GCNBRASIL.

Gestão de Crises e Continuidade dos Negócios

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Gestão de Crises

Segundo o Dicionário Aurélio a definição de crise é a seguinte: “Momento perigoso ou difícil de uma evolução ou de um processo; período de desordem acompanhado de busca penosa de uma solução.” ou ainda “Momento crítico ou decisivo; Situação aflitiva; fig Conjuntura perigosa, situação anormal e grave; Momento grave, decisivo.” segundo o dicionário Michaelis. A etimologia da palavra nos dá uma pista sobre o seu significado atual.

O termo “crise” origina-se do grego krinein, que quer dizer “decidir” ou, mais apropriadamente, “a capacidade de bem julgar”.  

O Institute for Crisis Management define crise como: Uma interrupção significativa nos negócios de uma organização que estimula uma cobertura extensiva pela mídia. O resultado da opinião púlica pode afetar suas operações e ainda pode ter impactos políticos, legais e financeiros em seus negócios.

Observa-se que o termo crise, muito utilizado atualmente, não é profundamente compreendido e tem as mais diversas definições. Vários autores tratam o assunto e as definições encontradas na literatura são normalmente diferentes, mas não divergentes, pois é consenso de que crise é um acontecimento imprevisível e que difere do dia a dia das empresas. Abaixo apresento algumas definições encontradas:

• Crise é uma mudança, repentina ou gradual que resulta em um problema urgente que deve ser abordado imediatamente. Para uma empresa, uma crise representa qualquer coisa com potencial de causar danos súbitos e graves a seus funcionários, a sua reputação ou a seu resultado financeiro (LUECKE, 2007).

• Fenômeno complexo, de diversas origens possíveis, internas ou externas ao País, caracterizado por um estado de grandes tensões, com elevada probabilidade de agravamento – e risco de sérias consequências - não permitindo que se anteveja com clareza o curso de sua evolução (COUTO, 2003).

• Período de instabilidade para uma organização, com a possibilidade de resultados não esperados. Este resultado vai interferir nas operações normais de empresa causando prejuízos financeiros e de imagem (DEVLIN, 2007).

• Uma interrupção do estado normal de funcionamento que resulta em turbulência, instabilidade e perturbação significativa de um
sistema (LEWIS, 2006).

É interessante que, nos idiomas orientais, não há uma distinção clara entre os conceitos de “crise” e de “oportunidade”. No chinês, por exemplo, o mesmo ideograma representa as duas idéias e quem vier a traduzir o texto para um idioma ocidental escolherá o significado mais apropriado ao contexto.

Então, quando analisamos as diversas definições encontradas fica evidente que a definição de crise será própria de cada indivíduo ou de cada empresa, mas com algumas características comuns, quais sejam:

• É um evento de necessita de decisões urgentes;
• Pode ter origem interna ou externa;
• Se não gerenciada adequadamente resulta em prejuízos financeiros e de imagem;
• Os recursos disponíveis não são suficientes para resolver a situação;
• Ameaça a sobrevivência da empresa.

PUBLICIDADE

PARCEIROS


Translate

Portuguese English French German Italian Spanish

Creative Commons License
Site GCNBRASIL - Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.